Margin is counter-culture

O conceito original não é meu. Tenho discutido. Real.

A maioria das pessoas tem vivido de maneira sobrecarregada e em direção a um próprio colapso. Limite social. Correria, atraso, exaustão. `I have no peace! I have no quiet! I have no rest! And trouble keeps coming.´ Q! Sobrecarga: a vida não para, mudanças, muito trabalho, uma corrida constante e sem fim contra o tempo, muita dívida, dívida social e ainda exposição pela mídia e um volume sem proporções de informação! Imagem. Não se pode mais imaginar a quantidade de imagens digitais produzidas a cada instante. Acesso. Conexão o tempo todo. Fim? Incrível mas é a própria passada da vida!

A solução mais imediata é colocar um pouco de margem em nossas vidas. Uma espécie de tempo dedicado à respiração. Manter um pouco de reserva. Um espaço entre a carga e o limite (certamente ultrapassado!).

O que a sociedade nos exige, na loucura da modernidade almejada, consome nossa margem. Há solução para inúmeras situações de conflito e de crise. Mas quando não se tem margem, a proposta é oferecer ainda mais o que se fazer! Há um ciclo de consumo ou de auto-consumo. A falta de margem é estar 47 minutos atrasado pra primeira reunião do dia, porque quando você desceu vinte andares de elevador – que quando você chamou estava no segundo subsolo -, você lembrou das chaves do carro e teve de subir; mas quando entrou no carro notou que precisa abastecer, sendo que metade do bairro parou no posto naquele exato momento; incrível mas a babá ligou naquele minuto dizendo que você esqueceu seu filho escovando os dentes no banheiro!… e o moleque está muito atrasado para a escola! O Visa não está funcionando (e você sabia que deveria ter sacado dinheiro ontem à noite!). Ah!… você acordou vinte minutos atrasado (ou atrasada) porque durante a noite faltou energia e quem está com falta de energia é seu corpo!

Mas de outro lado, margem é ter um tempo pra respirar! No topo de uma escadaria! É ter dinheiro no final do mês. Controlar os anseios. Não aceitar tudo o que se propõe a ser consumido! Dizer NÃO! Hello!!… dizer NÃO! Sorrir. Elogiar. Respeitar. Notar um não notável. Again, respirar! Pensar um pouco nos interesses dos outros. E ter a ajuda de um amigo pra carregar o seu peso!

Marginless is our culture. Margin is counter-culture!

Anúncios

Uma resposta to “Margin is counter-culture”

  1. Caramba, a mente tá explodindo de idéias hein? Respire fundo!

    Btw, ter a ajuda de um amigo pra carregar o seu peso, as vezes depende mais de vc mesmo que do próprio amigo.

    May God bless you today.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: